• carlasilvaasp

Regresso de férias: os cuidados a ter com o carro

No regresso de umas merecidas férias, há sempre o ritual de descarregar o carro e organizar tudo em casa. Mas há que não esquecer os cuidados a ter com o carro…

Durante o período de férias, em que o automóvel foi o nosso companheiro de viagem, por vezes sujeitamo-lo a um tratamento fora do ‘normal’. Sejam férias de campo, sejam de praia, as longas exposições ao sol e os percursos em estradas de terra batida, para não falar nos efeitos que viagens mais longas têm no habitáculo – nem sempre as crianças e restantes passageiros têm as mesmas prudências que nós – têm consequências evitáveis. Sobretudo para quem gosta de ter cuidados extra com o seu automóvel, há que não menosprezar o impacto que certas diligências podem ter na longevidade e aspeto geral do carro ao longo do tempo. Por isso, aqui vão umas dicas do it yourself para garantir que o seu automóvel esteja pronto para um regresso em forma à vida quotidiana.

Carroçaria

As longas viagens, sobretudo no verão, têm um efeito evidente na área frontal do automóvel: tudo o que seja mosquito e inseto voador fica bem cravejado. Para facilitar a sua limpeza, logo que possível dirija-se a uma lavagem a jato para, com água quente (de preferência) retirar todos os vestígios. Mas atenção: a elevada temperatura dos travões, por exemplo, poderá levar ao empeno dos discos (sobretudo se forem sólidos ou não ventilados) em contacto com água fria, provocando vibrações em travagem. Logo, deixe a mecânica arrefecer antes de qualquer lavagem.

Para quem tiver condições de a fazer em casa, o ideal será uma lavagem à mão, com água quente, uma esponja delicada e um champô apropriado – evite os líquidos da loiça, que podem ser agressivos para a pintura e borrachas de portas, vidros e limpa-para-brisas.

Uma simples lavagem de máquina não irá trazer os resultados desejados, pois o que se procura aqui é ir aos cantinhos todos da carroçaria, intervalos entre painéis, faróis e grelhas, tentando retirar toda a poeira acumulada. Pequenas escovas suaves também podem ser um utensílio adequado, e para as escovas do para-brisas use apenas água e um pano.

Dê especial atenção às rodas e travões, dirigindo o jato da mangueira para o interior das jantes, de forma a expelir areias e terra que possam danificar discos e pastilhas e desequilibrar as rodas. Aproveite para fazer uma pequena inspeção, espreitando por debaixo para verificar se não há amolgadelas no interior das jantes e zona inferior da mecânica.

Do mesmo modo, lave bem as zonas inferiores da carroçaria, dirigindo o jato para as saias laterais e proteções cárter, processo que por norma é menosprezado.

Após a lavagem, e secados os vidros (em primeiro lugar) e a carroçaria com uma camurça, não se esqueça de limpar o interior das portas – na zona dos fechos – e desimpedir as grelhas de admissão de ar, junto ao para-brisas. Aqui acumulam-se folhas e detritos que podem, inclusive, levar a infiltrações, por bloquear canais de escoamento. Para isso, abra o capot para melhor acesso, limpando em torno do habitáculo do motor. No entanto, em caso algum tente lavar esta área, pois a água pode danificar elementos eletrónicos, sobretudo em modelos mais modernos e sofisticados.

Para terminar, pode aplicar uma cera protetora na pintura, assim como um produto próprio nos plásticos negros da carroçaria e para-choques, para evitar que fiquem ressequidos pela longa exposição ao sol.

Na sua Arlindo Soares de Pinho tem ao seu dispor o serviço de lavagem manual, em que os nossos profissionais qualificados e com anos de experiência, deixam a sua viatura impecavelmente limpa.

Chassis

Este processo já requer o recurso a profissionais e pode fazê-lo na nossa oficina. No entanto, uma lavagem de chassis, com parafina, evita depósitos de terra e sujidade nos elementos da suspensão, rodas, travagem e pequenos recantos inferiores da coque, que podem condicionar o bom funcionamento da mecânica. Além disso, este procedimento assegura a vida útil dos derivados de borracha, como os apoios de escape e casquilhos dos braços de suspensão.

Habitáculo

Depois de retirado todo o lixo acumulado nas portas e sob os bancos, o procedimento habitual no habitáculo passa por uma esmerada aspiração, depois de retirados e sacudidos os tapetes. Será conveniente ‘vasculhar’, com a peça mais pontiaguda do aspirador, dentro das bolsas de arrumação, debaixo e entre os bancos, em torno das fixações destes e nas zonas mais recônditas. O mesmo se passa com a bagageira, levantando o fundo plano (caso haja) para não deixar acumular pó.

Para certificar que o ar que respira no habitáculo está livre de poeiras nocivas, passe insistentemente o aspirador nas saídas de ventilação. E porque trocar o filtro de habitáculo já é coisa mais indicada para manutenção em oficina – fazendo parte dos cuidados pré-viagem –, pode optar por fazer a desinfeção por ozono na nossa oficina, em que são eliminados todo o tipo de bactérias, fungos e vírus, ideal para um desinfeção profunda e preventiva.

Passando à limpeza propriamente dita, aplique um produto próprio para habitáculos ou pele (se for o caso) em todas as superfícies, não descurando as zonas onde ‘habitam’ os pés, sobretudo por serem geralmente de plásticos duros. Tenha cuidado em não usar limpa-vidros neste procedimento, pois, por terem uma forte componente de álcool, podem ressequir plásticos e outros materiais de revestimento.

Não descure na chapeleira, rede de separação e respetivos pontos de fixação – quando se trata de carrinhas e SUV –, ao passo que na bagageira é toda a área junto ao bocal de carga que merece atenção, para minorar o efeito de objetos ‘arrastados’.

Um ponto que por norma tendemos a negligenciar são os cintos. Muitas vezes viajamos de janela aberta, permitindo a acumulação de poeiras que sujam a roupa em ocasiões seguintes. Puxe o cinto todo e passe um ‘dodot’ para garantir boa limpeza em cada um dos lugares.

O toque final são os vidros e espelhos, aqui, sim, usando um bom limpa-vidros, tanto dentro como no exterior.

Uma última dica: caso seja um curioso mais ou menos ‘informado’, pode sempre levantar o capot para retirar e sacudir o filtro de ar do motor do pó excessivo – o motor vai respirar melhor e evitar consumos excessivos. Verifique os níveis de água de limpa-para-brisas, de óleo e de líquido refrigerante e ateste, desde que se sinta à vontade para o fazer.

Mas já sabe, caso prefira deixar a limpeza e desinfeção do seu carro a cargo de profissionais, agende a sua lavagem manual e desinfeção por ozono junto da nossa Receção.

Tel: (+351) 961 359 079

Email: rececao.oficina@aspinho.com

Desejamos a todos um excelente regresso ao trabalho, a um novo ciclo de desafios e aventuras!


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo